imagem_redes_011

Cerca de 25 municípios estiveram representados durante a abertura do 1º Encontro Nacional Rede Social Brasileira por Cidades Justas e Sustentáveis. O evento acontece até esta sexta-feira (29), no Internacional Palace Hotel de Recife (av. Boa Viagem, 3722- Boa Viagem – Recife).

O primeiro dia do encontro foi marcado pelo diálogo entre as organizações de todas as cidades presentes e pela troca de experiências dos trabalhos de monitoração de indicadores e metas de bem estar social.

“Fazemos um balanço extremamente positivo dessa primeira etapa. Foi um encontro muito participativo em que quase todos se colocaram no debate e expuseram idéias e sugestões. Foi possível perceber que nos encaminhamos para um alinhamento, de objetivos e ideais muito próximos, é um aprendizado coletivo”, avalia Maurício Broinizi, do Movimento Nossa São Paulo.

Pela manhã houve roda de conversa sobre princípios e valores fundamentais para uma cidade justa e sustentável. À tarde, o debate envolveu discussões mais técnicas a respeito de definições sobre como construir indicadores sociais, indicadores de percepção (pesquisas de opinião pública) e também o que significa um programa de metas para uma perspectiva de uma gestão inteira.

“O bom é que casos positivos podem servir de referência para outras experiências em outros lugares, e essa é a essência do trabalho em rede: a troca, o processo de aprendizado coletivo para com o tempo pudermos avaliar a evolução da qualidade de vida em nossas cidades”, conclui Maurício Broinizi.

A programação segue nesta sexta-feira com debates sobre comunicação, funcionamento da rede e definição de uma agenda comum. No fim do dia, o encerramento do encontro é realizado com um happy hour em ritmo de forró

FacebookTwitterGoogle+LinkedInEmail