Para poder olhar para a cidade de forma objetiva e propôr soluções o Observatório do Recife faz isso analisando indicadores, propondo debates e tocando projetos em rede com outros movimentos espalhados pelo país, compartilhando com esses últimos boas práticas e ferramentas que podem ser aproveitadas entre essas iniciativas e suas cidades.

Eis que nesse esforço, o ODR trabalha dentro de dez temáticas que englobam a grande maioria dos indicadores que monitora. São elas:

Cultura

Educação

Mobilidade

Espaço urbano

Segurança

Meio Ambiente

Saúde

Juventude

Governança

Emprego e Renda

O que é um GT (Grupo Temático)?

O Observatório do Recife funciona através do voluntariado organizado em frentes de trabalho chamadas grupos temáticos (GTs). Estes grupos são formados pela reunião de pessoas interessadas na discussão de um determinado tema ou em um projeto.

 

Qual a missão do GT?

Atuar em um ou mais de um eixo de ação do Observatório do Recife, que são:

  1. Sensibilização e mobilização cidadã:  influência sobre temas urbanos de interesse público;
  2. Indicadores de qualidade de vida da cidade: monitoramento e proposição de parâmetros e/ou metas;
  3. Influência na gestão pública: aperfeiçoamento de políticas públicas e melhoria da gestão.

A atuação pode se dar de várias formas, a depender das características do grupo e da temática trabalhada. Se o grupo está trabalhando dentro de um projeto específico, sua atuação será dentro das atividades propostas, para o alcance dos objetivos do projeto.

Se o grupo não estiver dentro de um projeto específico, o grupo que o compõe planeja as atividades do ano. Alguns exemplos de atividades podem ser:

  • Organizar fóruns temáticos, campanhas e momentos de discussão com os diversos setores da sociedade e o poder público;
  • Produzir artigos simples;
  • Propor indicadores, mapear suas fontes de dados, analisando seus resultados;

 

Como é a dinâmica de funcionamento do GT?

A dinâmica de cada grupo depende de seus componentes e de seus objetivos. Todo grupo é livre para decidir seus objetivos, calendário de atividades, agenda e local de reuniões… No entanto, deve-se sempre atentar para os princípios do ODR, a horizontalidade nas decisões do grupo e sempre manter as portas abertas para novos integrantes.

Como parte de um movimento maior que o GT, todos os voluntários do Observatório do Recife precisam participar das Assembleias Gerais mensais, que reúnem todos os GTs e membros do Núcleo Executivo. Nestas reuniões, os voluntários acompanham as discussões que estão ocorrendo em outros grupos e participam das decisões referentes ao Movimento como um todo.

 

Qual é o papel do facilitador?

É importante que todo GT tenha uma, ou mais de uma, pessoa de referência, que terá como atividade específica organizar os encontros do grupo, sempre registrando as discussões em ata, e facilitar a comunicação entre os integrantes do grupo e entre o grupo e o Núcleo Executivo do ODR. Para isso, podem sempre contar com o apoio da secretaria do ODR, disponível para ajudar em qualquer atividade. A presença de um ou mais facilitadores, no entanto, não hierarquiza as atividades do grupo ou a relação entre os participantes, sua presença é apenas para garantir o registro e a comunicação entre todos.

Projetos e Campanhas

 

PISCSU

O Projeto de Incidência da Sociedade Civil para a Sustentabilidade Urbana (PISCSU) tem como objetivo fortalecer a Rede Social Brasileira por Cidades Justas, Democráticas e Sustentáveis, fortalecer cinco movimentos específicos em cidades geopoliticamente chave em suas regiões… Confira

 

Olhe pelo Recife

O Movimento Olhe pelo Recife – Cidadania a Pé nasceu das caminhadas culturais promovidas pelo Observatório do Recife com o objetivo de identificar, discutir e realizar ações de incidência no poder público em relação aos problemas e potencialidades da… Confira

 

Basta de Mortes no Trânsito

O projeto nasceu de uma campanha realizada em 2016 com a parceria da Ameciclo, Rede Meu Recife e a Frente de Luta pelo Transporte Público. Tem o objetivo de tornar público o número de vitimados no trânsito de Recife e sensibilizar a sociedade civil e o poder… Confira

 

O Recife que Precisamos

O projeto nasceu a partir de conversas no Fórum de Admiradores do Município. Tem o objetivo de discutir a cidade a partir de eixos temáticos, desenhando caminhos a ser traçados pela gestão pública municipal. Inicialmente apenas com discussões durante… Confira

 

Orçamento e Direito à Cidade

Com o objetivo de  contribuir para a implementação de políticas públicas transparentes e efetivas nas cidades brasileiras, o projeto pretende aumentar as capacidades de 50 Organizações da Sociedade Civil organizada de 10 cidades integrantes da Rede Social… Confira

 
 
 

Entre em contato para participar

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someone