• O que é o ODR?

    O Observatório do Recife (ODR), integrante da Rede por Cidades Justas Democráticas e Sustentáveis é um movimento da sociedade civil que reúne setores empresariais, acadêmicos, movimentos sociais e cidadãos, mobilizados com o intuito de selecionar, propor e monitorar um conjunto de indicadores…

    Leia mais
  • Assembléia geral

    A Instância maior do movimento Observatório do Recife é a sua Assembleia Geral. Composta livremente por cidadãos interessados em debater os caminhos da mudança na cidade, a assembléia se reúne mensalmente para propor, deliberar e mediar sobre as questões principais do movimento. É nesta instância…

    Leia mais
  • Núcleo executivo

    Grupo de voluntários dentro do Observatório do Recife que é responsável por operacionalizar as orientações do plano estratégico aprovado pela Assembléia Geral. Trabalha com a equipe executiva (assessoria de programas e de comunicação) definindo as ações, representando e dando voz ao movimento nas mais…

    Leia mais
  • Áreas temáticas de trabalho

    Para poder olhar para a cidade de forma objetiva e propôr soluções o Observatório do Recife faz isso analisando indicadores, propondo debates e tocando projetos em rede com outros movimentos espalhados pelo país, compartilhando com esses últimos boas práticas e ferramentas que podem ser aproveitadas…

    Leia mais

Últimas notícias

28 de janeiro de 2017
Notícias
Uma visão do caminhar, a partir de Recife

Entre os projetos do Observatório do Recife há um deles que trata do direito do cidadão em caminhar na cidade: O projeto Olhe pelo Recife – Cidadania a pé. Pra conhecer mais da iniciativa, na próxima quinta (2), a partir das 18h 30, na TGI Consultoria (Espinheiro), tem mais uma reunião do grupo. Venha articular! […]

Read more

19 de janeiro de 2017
Notícias
Primeira reunião – Olhe pelo Recife

Projeto Olhe pelo Recife – Cidadania a pé faz agora a sua primeira reunião do ano com uma agenda bem objetiva: priorizar as primeiras ações de 2017 em prol da mobilidade a pé no Recife. 

Read more

17 de janeiro de 2017
Notícias
Vem 2017

O Observatório do Recife participou, nos dias 16 e 17 de janeiro, em Porto Alegre (RS), do encontro de planejamento da Secretaria Colegiada da Rede Brasileira por Cidades Justas Democráticas e Sustentáveis (Rede de Cidades). Na atividade, a elaboração de uma agenda prioritária de trabalho para ações do Projeto de Incidência da Sociedade Civil para […]

Read more

15 de dezembro de 2016
Notícias
Palafitas voltam com tudo no Recife

Um dos maiores problemas envolvendo habitação no Recife volta a assombrar. Após uma breve tentativa de erradicação nos anos 2000 das palafitas, a falta de ordenamento urbano e políticas habitacionais resultaram no aumento de pontos de barracos erguidos sobre áreas de mangue. O crescimento de palafitas traz consigo diversos outros problemas para a população e […]

Read more

INDICADORES DO RECIFE

 O que são os indicadores?

Para chegar a seleção de indicadores considerados válidos  para fazer uma leitura multitemática sobre a situação do Recife, o Observatório do Recife estruturou todo o trabalho a partir de dois eixos de informação: 

  1.  da base técnica dos indicadores do Programa Cidades Sustentáveis (www.cidadessustentaveis.org.br/indicadores), que já são nacionalmente reconhecidos para promover uma avaliação dos diversos aspectos da qualidade de vida e da garantia de direitos de uma população;
  2. a partir de uma proposta técnica de indicadores reconhecidamente fortes para avaliação dos diversos aspectos da qualidade de vida e da garantia de direitos da população na cidade do Recife, aqueles com forte possibilidade de subsidiar as discussões sobre as políticas públicas, no contexto das realizações governamentais que permitissem impactos reais e transformadores da vida do recifense.

Basta de Mortes no Trânsito

Em 2014, 560 pessoas morreram no trânsito em Recife; 173 deles, eram pedestres, de acordo com os dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS).  Ao comparar os números de mortos no trânsito da capital pernambucana com a cidade de São Paulo é que entendemos a gravidade dos índices. São Paulo registra 11 mortes por 100 mil habitantes em 2014 e Recife computa 34,6 mortes por 100 mil habitantes; mais que o triplo de fatalidades, apesar de a população de Recife ser sete vezes menor que a de São Paulo. Isso torna a violência no trânsito não apenas um desafio da gestão municipal, mas um caso crítico de saúde pública. 

Confira

Participe do Observatório do Recife

Saiba como

Apoiadores